Grupo 6_D
Fernando Carvalho
Bruno Jorge
Rebeca Prado
Fernanda Cabral
Carolina Cinnanti
Bernardo Blatt

-TRABALHO DE VANGUARDAS


C1-Língua Portuguesa

Poética - Manuel Bandeira




Através de fortes expressões, o autor demonstra sua rejeição quanto a regras e padrões linguísticos e como aprecia a liberdade da escrita e expressão na literatura e a necessidade de quebrar certas regras. O fato de seguir modelos e buscar regras limita a criatividade do artista e o impede de expandir seus horizontes artísticos.












B1-Artes Visuais

Vanguarda escolhida: Dadaismo


O DADAISMO foi um movimento artístico criado em fevereiro de 1916 por um grupo de artistas que estavam reunidos no cabaré voltaire, em Zurique, na Suíça. Tendo como principal objetivo romper com as com as formas de fazer arte, o dadaísmo propunha criticar e satirizar por meio de suas obras a sociedade e o conceito de arte. O próprio termo dada não tem nenhum significado artístico especial.

A arte dadaista consistia em retirar objetos do seu contexto original e colocá-los em um espaço totalmente diferente. Esses objetos foram chamados de ready-made. As obras dadas eram destruídas após expostas, pois os artistas não tinham como objetivo sacraliza-las. Esse é um dos motivos de não existirem obras originais dadas, o que temos atualmente são apenas cópias.

Marcell duchamp foi um dos principais nomes da arte dadaista realizando radicais críticas ao sistema de arte. Suas obras mais famosas são: a fonte e o banco de roda.

-Análise das obras (a fonte, banco de roda e monalisa de bigode)


As obras a baixo são do artista Marcell duchamp. Todas trazem, de uma forma sarcástica e irônica, críticas ao conceito de arte de uma sociedade cultural e a busca pela reação do público. A inversão de sentido provocada pela utilização de objetos do cotidiano e trazidos para dentro da arte é uma das principais características do dadaismo que estão presente nessas obras de arte.

dadaismo1.jpg"A FONTE"

--"A fonte" é um simples e comum urinol branco invertido, com esse objeto duchamp coloca em xeque o conceito de arte e do modo de fazer arte.

image.jpg"MONALISA DE BIGODE"

--Na obra monalisa de bigode, Marcell não tinha como objetivo desacralizar a obra de Leonardo da vinci, ele queria apenas fazer uma crítica a arte tradicional/acadêmica. Dessa forma, colocou um bigode em uma das obras mais famosas que estao expostas no museu louvre, em Paris
109.jpg" RODA DE BICICLETA"

--Já a obra "roda de bicicleta" é um ótimo exemplo para representar o que é um ready-made. Ela consiste na junção de um banco com uma roda de bicicleta, dessa forma, ambos os objetos perdem sua principal função para compor a imagem pretendida pelo artista.

(Rebeca Prado)

--Curiosidade: (influência da vanguarda dadaista em Língua Portuguesa)


PARA FAZER UM POEMA DADAÍSTA - Tristan Tzara
"Pegue um jornal.
Pegue a tesoura.
Escolha no jornal um artigo que você deseja dar ao seu poema.
Recorte o artigo.
Recorte em seguida com atenção algumas palavras que formam esse artigo e meta-as num saco.
Agite suavemente.
Tire em seguida cada pedaço um após o outro.
Copie conscienciosamente na ordem em que elas são tiradas do saco.
O poema se parecerá com você.
E ei-lo um escritor infinitamente original de uma sensibilidade graciosa, e ainda que incompreendido do público."

(Rebeca Prado)




C1 - Música

Vanguarda escolhida: Neoclassicismo

O movimento neoclassico na música surgiu como reação ao romantismo tardio (caracterizado pelo exagero da massa sonora da orquestra e pelo sentimentalismo implícito nas músicas). Nesse sentido, as obras neoclássicas apresentam: Contornos melódicos claros, ou seja, é possível perceber as linhas melódicas de cada instrumento; frieza na composição, ou seja, procuravam não utilizar instrumentos de cordas, alegando que esses continham alto valor expressivo; e algumas composições buscavam retomar modelos barrocos e/ou clássicos, mas utilizando toques modernos: modulações repentinas, harmonias ousadas e a politonalidade

- Bachianas brasileiras no. 4: * Compositor: Villa-Lobos
  • Ano: 1930
  • Instrumentação: Piano
  • Características: Extrema clareza das linhas melódicas, retomada do modelo barroco (Bachianas: Música Popular Brasileira escrita ao modo de Bach) e instrumentação sem a presença de cordas.
http://www.youtube.com/watch?v=A1Emge2-4AM

- Ballet de Pulcinella: * Compositor: Igor Stravinsky
  • Ano: 1920
  • Instrumentação: Vozes (Soprano, tenor e barítono), violino e naipe de sopros
  • Características: Basedo em modelo barroco (Contrastes de timbre e instensidade e polifonias, fugas), modulações repentinas e clarezas melódicas
http://www.youtube.com/watch?v=nFNl6D75Jxo

- Sinfonia No.1 Op 25: *Compositor: Prokofiev
  • Ano: 1918
  • Instrumentação: 2 flautas, 2 oboés, 2 Clarinetes, 2 Trompetes e Naipe de cordas
  • Características: Linhas melódicas claras, retomada do barroco (''Tal como o tería feito Haydn, se ele vivesse em nossa época'', falou Prokofiev), frieza na composição e contrastes de intensidade.
http://www.youtube.com/watch?v=81DZHzSywJE
(Fernando Carvalho)

Português e História

A Semana de Arte Moderna foi um acontecimento que marcou o início de uma nova era artística no Brasil. Tendo como palco o Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, o modernismo adentrou e fez-se influência no novo modelo das artes da burguesia brasileira ascendente. Os ditos ‘‘modernistas’’ ou modernos importaram modelos europeus, como é o exemplo de Pablo Picasso e sua arte cubista para entremeter pensamentos brasileiros, oriundos da singularidade do povo mestiço que habita estas terras. Objetivava-se explorar as diversas paisagens brasileiras e seus aspectos multiculturais, como o Sertão nordestino ou a Floresta Amazônica e a cultura ameríndia do norte do Brasil. Um exemplo desses temas é a tela Abaporu de Tarsila do Amaral.
Um das principais propostas modernistas era desmistificar o fato de que a arte é intrinsecamente acadêmica, como defendia a arte Parnasiana, outorgada no Brasil até o momento. O quadro socioeconômico no Brasil ajudou na realização da Semana de A. Moderna. No poder econômico até então, os cafeicultores foram os promotores financeiros desses quatro dias de evento.
As consequências modernistas no Brasil ficaram evidentes ao longo do tempo. A capital federal, Brasília, por exemplo, é banhada de ares modernistas, como se percebe nas formas futuristas da Catedral. Outros movimentos derivaram da Semana e repercutiram ao longo dos anos como o Movimento Pau-Brasil ou o Movimento Antropofágico.
(Fernando Carvalho e Bernardo Caruso)


B1-Artes Cênicas

Vanguarda escolhida: Expressionismo

Obs: todos os integrantes do grupo participaram da produção do filme.