Grupo 2K

Estela Carvalho (09)
Giovanna Celestino (14)
Laura Coimbra (21)
Roberta Louzada (35)

Português

tREM DE FUMAÇA PARTE 1.jpg

trem de ferro parte 2.jpg







Declamação do Poema

Análise crítica do poema "Trem de Ferro"

O poema de Manoel Bandeira imita sonoramente o barulho de um trem em movimento marcado pelo número de sílabas poéticas, que remete a vanguarda futurista.

É modernista por, possuir versos livres sem muitas rimas, usar da linguagem coloquial, interiorana, e por trazer a cultura brasileira como o folclore e a cantiga, sendo base do poema.


Semana de Arte Moderna

A Semana de Arte Moderna foi um evento que durou 3 dias.Criada por Mário de Andrade, Oswaldo de Andrade, Manoel Bandeira e patrocinada por Graça Aranha que contou com a participação de pintores, escultores, músicos e principalmente escritores, todos influenciados pelas vanguardas europeias.

Rompendo com o academicismo e o clássico exigidos até então, as vanguardas trazidas para o Brasil, fauvismo, cubismo, futurismo, entre outras, os artistas utilizavam de um meio antropofágico para valorizar a nacionalidade e fazer arte com uma identidade mais brasileira. Na literatura, os escritores romperam com a gramática normativa, trouxeram uma composição mais simples, com versos sem rima, e temáticas do cotidiano, da periferia, e críticas a elite burguesa e aos clássicos anteriores. Um exemplo é o poema "Os Sapos" de Manoel Bandeira satirizava os parnasianos e foi vaiado enquanto recitava-o.

Como uma revolução na arte, houveram críticas e má recepção da população que foi ao evento, por não atender mais a minoria da população brasileira, a elite, mas trouxe grande repercussão no Brasil até o presente.



História: influência das vanguardas e da Semana de Arte Moderna no Brasil e no mundo
O século XX pode ser considerado um dos períodos mais importantes e de maiores mudanças na história da humanidade. O historiador Eric Hobsbawn retrata muito bem esse período chamando-o de “Era dos Extremos”. Daí que surgem as vanguardas europeias, como “resposta” a Primeira Guerra Mundial.
Em um mundo no qual a identidade e subjetividade humana iam se perdendo para guerras e conflitos de interesses políticos, as vanguardas como expressionismo, cubismo, fauvismo, futurismo e dadaísmo, se opõem a isso, trazem de volta a valorização do ser humano como indivíduo.
No Brasil, essas vanguardas se manifestaram pela Semana de Arte Moderna, em São Paulo, 1922. A Semana de Arte Moderna representou uma verdadeira renovação de lin guagem, na busca de experimentação e na ruptura com o passado. Foi uma forma de tentar fazer o Brasil ser visto pelo o que ele realment e é, deixando o romantismo de lado. Ainda em um contexto da República Velha, no qual o país ainda era controlado pelas oligarquias cafeeiras e da política do café-com-leite, a semana foi primeiramente rejeitada, principalmente pelas elites. Apesar disso, a semana acabou tendo enorme repercussão no Brasil ao longo do século. O atual governador do estado de São Paulo, Washington Luis, viria a ser o presidente que romperia com a tal política do café-com-leite.

Video

Artes Visuais: Expressionismo


O Expressionismo surge no final do século XIX com características que vão ressaltar a subjetividade, com a intenção de recriar o mundo e não apenas a de absorvê-lo da mesma forma que é visto. Seu marco ocorreu na Alemanha, e conseguiu atingir vários pintores num momento em que o país atravessava um período de guerra. As obras mostram o estado psicológico e as denúncias sociais de uma sociedade que se considerava doentes, retratavam: o medo, à solidão, à miséria humana e a carência de um mundo melhor. O Expressionismo foi considerado mais que uma forma de expressão, ele foi uma atitude em prol dos valores humanos num momento em que politicamente isto era o que menos interessava.
van_gogh_autoritratto_con_cappello_di_felcro_grigio.jpg




• cores resplandecentes, vibrantes, fundidas ou separadas;

edvard-munch-ogrito.jpg




• preferência pelo patético, trágico e sombrio


noite estrelada.jpg
• técnica violenta: o pincel ou espátula vai e vem, fazendo e refazendo, empastando ou provocando explosões;




Mais algumas de suas características:
• dinamismo improvisado, abrupto, inesperado;
• pasta grossa, martelada, áspera;



Artes Cênicas:

1087700801_f.jpg


Dinamismo do cachorro na coleira, 1912. Giàcomo Balla

Releitura Valorizando o movimento:



Fotor042019054.jpg

Integrante na fotografia: Giovanna Celestino (14)



Música:

Neoclassicismo- O neoclassicismo foi um período um pouco difuso em relção a parte musical no século XX. Seu principal representante foi Stravinski, com obras como Pulcinella, o Octeto para instrumentos de sopro, Rei Édipo, Apollon Musagete e, enfim, a ópera The Rake’s progress, que passou a evocar a estética do século XVIII. O neoclassicismo é basicamente um resultado perante as mudanças que o modernismo trouxe. Suas composições em formas de suítes, concerto grosso, Harmonia tonal, motetos, e material melódico de Händel, Pergolesi, etc. Seria, portanto, mais exato falar em Neobarroquismo.

Alguns instrumentos utilizados:

Cordas:
Contrabaixo, Viola, Violino, Violoncelo.
Sopro:
Clarinete, Fagote, Flauta, Oboé
Metais:
Trombone, Trompa, Trompete, Tuba
Teclado:
Cravo, Orgão, Piano, Celesta
Percussão:
Caixa, Carrilhão, pandeireta, Prato, Xilofone

Alguns compositores:

Bertoni,Esteves, Mozart, Schobert, Krumpholtz, Steibelt, Anfossi


Symphony in C
Igor Stravinsky - Sinfonia em C
  • Moderato alla breve
  • Larghetto concertante
  • Allegreto
  • Largo
Instrumentos: flauta, trompete, trombone, violino, violoncello, entre outros.

Pulcinella
Igor Stravinsky - Pulcinella
Instrumentos: flauta, trompete, trombone, violino, violoncello, entre outros.

Symphony in Three Movements
Igor Stravinsky - Sinfonia em Três Movimentos
  • Overture; Allegro
  • Andante; Interlude: L'istesso tempo
  • Con moto
Instrumentos: flauta, trompete, trombone, violino, violoncello, entre outros