Projeto Vanguardas e Semana de Arte Moderna: contexto e características

Colégio Maristão


semana de arte.PNG




No agitado cenário europeu do começo do século XX, a arte se renova em diferentes movimentos. Em comum, todos pretendem criar referências estéticas mais adequadas ao dinamismo dos novos tempos. Diferentes movimentos artísticos, denominados vanguardas, surgiram para estabelecer novas referências para a pintura, a literatura, a música e o teatro. Como movimentos artísticos, estética literária ou correntes da literatura, foram resultados ou consequências do que aconteceram no cenário europeu do século XX: problemas políticos, conflitos entre países vizinhos, intercâmbio entre a Primeira e Segunda Guerra Mundial.

No Brasil, o desdobramento principal dessas vanguardas é a Semana de Arte Moderna, que acontece em São Paulo em fevereiro de 1922. A Semana não foi o exato início do Modernismo Brasileiro, que já agitava São Paulo desde 1912/1915, quando os ecos das vanguardas já começam a chegar ao país. O objetivo dos organizadores era, acima de tudo, oficializar as heranças das vanguardas europeias na arte brasileira: a destruição das velhas formas artísticas na literatura, música e artes plásticas. Paralelamente, procuravam apresentar e afirmar os princípios da chamada arte moderna.
Considerando que as disciplinas de História, Artes (Visuais, Cênicas e Música) e Língua Portuguesa (Literatura), estão, ao longo do 1º Trimestre, trilhando os caminhos do século XX no Brasil e no mundo, cada grupo (de 5 ou 6 componentes) ficará responsável por construir uma página na Wiki (coleção de documentos em hipertexto). (clique para ler)

unnamed.png

Capturar10.PNG