Vanguardas – Artes A1, B1 e C1

vanguardas 3.jpg

O grupo deverá selecionar uma vanguarda diferente em cada uma das três artes e desenvolver o que é proposto:


A1 - Artes Visuais
B1 - Artes Cênicas
C1 -Música
• Expressionismo

• Cubismo

• Fauvismo

• Futurismo

• Dadaísmo

• Surrealismo

• Abstratismo
- redigir um breve texto explicando a vanguarda escolhida

- postar 3 imagens de obras que revelem unidade do ponto de vista da elaboração formal da escola abordada.

- descrever as características da vanguarda escolhida que podem ser observadas em cada uma das obras.
Cênicas:

Os grupos terão outra opção além do filme ficcional, que trata de uma releitura fotográfica de um filme de vanguarda, podendo ser uma cena, ou o próprio cartaz do filme.

Critérios:

- Cenário = 2,0 pts
- Iluminação = 2,0 pts
- Figurino = 2,0 pts
- Intepretação e ressignificação da obra 2,0 pts,
- Pelo menos um integrante na fotografia como personagem = 2,0 pts

*Observação: Trata-se de uma releitura e não uma reprodução.

Vídeo:

A fim de facilitar o desenvolvimento do trabalho, os grupos que optarem pela realização de um filme, poderão criar um único vídeo para todas as disciplinas (Língua Portuguesa, História e Artes Cênicas) que fizeram essa solicitação, desde que, contemplem os critérios das solicitados em cada área de conhecimento.

Data:

A data para a última postagem será no dia 20 de abril as 23:59 min.
• Impressionismo

• Expressionismo

• Futurismo

• Neoclassicismo

• Dadaismo
- redigir um breve texto explicando a vanguarda escolhida

- postar três exemplos (vídeo ou áudio) de músicas significativas pertencentes à vanguarda escolhida.

- redigir um breve texto após cada postagem com informações básicas a respeito da obra (compositor, ano, se faz parte de uma obra maior, contexto em que foi composta, instrumentação, etc.).

- descrever as características da vanguarda escolhida que podem ser observadas em cada uma das obras.

Dadaísmo: a falta de sentido.

O Dadaísmo é uma vanguarda especial e incompreendida. É um movimento de crítica cultural mais amplo, que não engloba somente as artes, mas os modelos culturais passados e presentes. É uma arte puramente conceitual, que critica o momento na qual é realizada.

O Dadaísmo surge durante a I Guerra Mundial, um período de horrores e desvalorização da vida. É uma arte que não faz sentido pois a guerra em si não faz sentido.

As obras são geradas a partir de objetos quaisquer tirados de seu contesto, colocados de forma que percam sua função e gerem estranhamento nos espectadores. No momento em que as pessoas saem de seu mundo individual e param e pensam : “isso não faz sentido!’’ os dadaístas atingem seu objetivo, criando algum questionamento nas pessoas que passaram a achar os horrores da guerra normais.

O Dadaísmo é um revolução contra a arte, que era supervalorizada no momento em que seres humanos morriam por nada

.dadaismo1.jpgDuchamp.

O mictório foi rejeitado na exposição na qual Duchamp tentou expo-lo. Mas a mensagem foi passada e criaram-se as dúvidas como: Porque um mictório não poderia ser arte? Por que uma pessoa que teve essa visão de virar um mictório e chamá-lo de fonte não pode ser tratado como artista?

dadaismo2.jpgDuchamp.
Dois objetos com suas funções definidas e pré estabelecidas. Uma roda de bicicleta e um banco. Dispostas desta maneira perdem sua função clara e geram uma melhor observação e a sensação de não haver sentido. Se isso é arte e não faz sentido, porque qualquer outra arte faz sentido? E por quê as pessoas valorizam algo que não faz sentido e desvalorizam a si mesmos?

monalisa.jpgDuchamp.
A Lendária Monalisa, em uma réplica barata com um bigode e um cavanhaque apresentada com arte por Duchamp. E ainda com iniciais que lidas em francês soam como '' elle a chaud au cul'', em português ''ela tem o c* quente''. Mias uma vez provocações sem um sentido aparente para gerar uma nova interpretação dos fatos e da vida.